De quando eu descobri que sou feminista

Na roda de conversa organizada por Ana Matte e Cláudia Arche, com a presença de Fabs, Juliana Oliveira e Priscila Andrade, eu conto a história de quando me descobri feminista! Muito legal trocar essas experiências com tanta gente especial ao lado. Debatemos sobre os desafios que as mulheres encontram na área de tecnologia e caminhos…

Como ter um mini hacker em casa

Publicado originalmente em Ignaro:
Karina Moreira Menezes é professora da Universidade Federal da Bahia (UFBA), filha de Valeria e Dirceu, possui quatro irmãos e com todo orgulho é mãe do Ian. É Pedagoga com experiências na educação a distância, educação indígena e educação em tecnologia. Usuária e defensora do Software Livre. Faz parte do Raul…

Pequeninas partes de mim, em músicas

Quando tudo parece difícil demais, complicado demais, ruim demais: música pra libertar! Nenhuma dessas músicas foi feita pra mim, mas sem dúvida, tocam meu ser naquilo que sinto e sou. Me relembram fases que vivi, lutas que travei e principalmente, minhas vitórias! Dona de Mim   Triste, Louca ou Má Paciência Ela só quer paz…

Pensa um encontro que preenche a mente e o coração

Três anos atrás, por incentivo do colega pedagogo Jocemar Nascimento, eu tive a oportunidade de participar da 13ª Latinoware – Congresso Latino-Americano de Software Livre e Tecnologias Abertas. Até aquele momento, um encontro que me era totalmente desconhecido. Contudo, já no primeiro dia, era como se tudo fizesse parte de minha vida a muito tempo!…

De gratidão, compromisso e transformação

Tantas e tantas coisas aconteceram no último ano… algumas foram típicas “coisas da ka”, outras nem tanto. E agora, depois de quatro anos, venci a etapa da tese e logo em seguida, fiz aniversário! Recebi tantas felicitações e cada uma delas foi combustível para meu motorzinho cansado [licença para visão mecanicista… kkkkkkk]. Essas expressões de…

IndignEDUcação – Um pedido de ajuda

Publicado originalmente em Práxis Vivida:
Desde 25 anos atrás, quando escolhi a área de educação, eu me pergunto sobre como posso contribuir para tornar o ensinar e o aprender mais prazerosos e efetivos. Encontrei nas tecnologias essa possibilidade. Meus conhecimentos nessa área abriram as portas da Educação Indígena, da Educação de Jovens e Adultos,…

Ser ou não ser FISL?

No período de 13 a 16 de julho de 2016, tive a felicidade de palestrar no FISL17 – 17º Festival de Software Livre no qual apresentei um pouco sobre o “Crianças Hackers: crianças e adultos aprendendo juntos“. Já estava bastante animada quando, poucos dias antes de pousar em terras gaúchas, fui comunicada que poderia  mostrar,…

Encontros e reencontros na 68ª SBPC

O congresso da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência é um importante encontro de pesquisadores, empresários, cientistas, estudantes, professores e sociedade civil em torno de temáticas relativas à ciência e tecnologia no nosso país. Tive a oportunidade de ir à 68ª reunião da SBPC, em Porto Seguro/Bahia, para representar o Raul Hacker Club, coletivo…

Estatísticas do blog 2015

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2015 deste blog. Aqui está um resumo: Um comboio do metrô de Nova Iorque transporta 1.200 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 5.800 vezes em 2015. Se fosse um comboio, eram precisas 5 viagens para que toda gente o visitasse. Clique…

Sobre a dor da perda, por Valdete

Encontrei essa postagem na rede social de uma antiga parceira de trabalho. Pessoas que conheci menos do que gostaria mas a quem aprendi a respeitar pelas posturas diante da vida. Todos nós passamos por algum tipo de perda. Perdas grandes, perdas pequenas. Perdas que talvez sejam irreparáveis. Ao refletir sobre suas perdas – que foram…

No Museu da PUC Minas

Nesse final de ano tive uma bela surpresa ao levar as crianças para passear no Museu de Ciências Naturais da PUC Minas. Ali, as coisas inanimadas ganham vida pelas mãos dos profissionais responsáveis pelos acervos. Localizado em Belo Horizonte, o museu me pareceu muito bem organizado, acolhedor e interessante. As crianças se divertiram observando as…

É possível pensar e mostrar a ciência de outros jeitos!

A linguagem verbal é apenas uma das muitas linguagens existentes no mundo. E dizem por aí, que a ciência é também apenas uma das formas de interpretá-lo… Bem, um professor decidiu apresentar sua tese em forma de quadrinhos, misturando verbo e imagem, valorizando a linguagem visual para exprimir seu argumento. A reportagem de Bruna Souza…